Pesquisar este blog

sábado, 17 de agosto de 2013

Mary Galdino foi a Unidade de Saúde do Bairro São Tomé as 2hs40min de sexta feira, 16, para pegar uma ficha com Ortopedista para seu filho de 09 anos que seria atendido no prazo de 15 dias, as 7hs da manhã disseram a mesma que ninguém daria a ficha na sexta feira porque era facultativo.

Na manhã desta sexta feira, 16, a senhora Mary Galdino procurou a imprensa Itaitubense para denunciar que ela não foi atendida na Unidade de Saúde do Bairro São Tomé. Segundo Mary Galdino a Secretaria de Saúde do Município esta disponibilizando apenas duas fichas por semana para atendimento com o único Ortopedista de Itaituba (Dr. Leonardo Cabral). Para conseguir a ficha ela foi as 2hs40min da madrugada de sexta feira a Unidade de Saúde, mas às 7hs da manhã nenhum funcionário da Unidade apareceu para repassar as fichas e realizar outros atendimentos. Nem o médico que atende na Unidade foi avisado, quando o mesmo chegou para trabalhar encontrou as portas fechadas.


A ficha era para seu filho Enrique Jordan, de 09 anos, que esta com o braço quebrado e engessado há um mês e precisa de uma consulta com o Ortopedista, detalhe caso ela conseguisse a ficha seu filho não seria atendido logo, apenas com 15 dias, enquanto isso a criança fica em casa aguardando o atendimento, correndo risco de sofrer danos maiores em seu braço. A senhora estava bastante revoltada, ela disse“se colocasse 5 mil reais nas mãos do Ortopedista ele iria nadando para Miritituba atender meu filho". Mary, disse ainda que, Dr. Leonardo atende muito mal os pacientes, mal olha na a cara das pessoas. A senhora relatou também que vai procurar o Ministério Publico para denunciar o descaso. 


Segundo informações repassadas às pessoas que estavam na Unidade de Saúde, foi que, na tarde de quinta feira, 15, uma enfermeira foi ate a Unidade e disse que não haveria atendimento na sexta feira e que seria Ponto Facultativo, fato que revoltou os pacientes. A Saúde de Itaituba não esta nada bem. Tanto no Hospital quando nas Unidades de Saúde as filas continuam, o que foi prometido com relação à permanência de médicos especialista em Itaituba não foi e pode não ser cumprido, enquanto isso os enfermos são transferidos para Santarém. 


É uma vergonha Itaituba ficar refém de apenas um medicoOrtopedista (Dr. Leonardo) que atende mal as pessoas pelo município, como se tivesse fazendo uma favor, mas ao contrario ele recebe para isso e recebe muito bem. O medico é sobrinho da Secretaria de Saúde e filho da dona do Hospital Santo Antônio para onde alguns pacientes são levados. Quem precisar de um Ortopedista em Itaituba se não tiver dinheiro vai ficar na fila para ser atendido no prazo de 15 dias. Caso tenha de 2 a 5 mil reais é atendido rapidinho pelo medico, se não tem que ir a Santarém. A PERGUNTA É CADÊ OS ESPECIALISTA QUE VIRIAM PARA ITAITUBA?????????


Fonte- Junior Ribeiro
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog