Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de setembro de 2011


A Empresa Norte Energia, responsável pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, ainda não foi notificada sobre a liminar da Justiça que obriga a paralisação das obras no rio Xingu. Enquanto isso, os pescadores da região, que pediram a suspensão do projeto, comemoraram a decisão. Materia completa no link abaixo.

O juiz federal Carlos Eduardo Castro Martins aceitou os argumentos da associação, que alega que a atividade de pesca ornamental será inviabilizada com a construção da usina por causa das alterações no leito do rio Xingu. Segundo a associação, cerca de mil famílias vivem da pesca ornamental em Altamira.

'No momento em que eles começarem a construção da barragem a gente vai ser impedido de trabalhar nessa área e a nossa atividade se acaba', diz o criador Aldecir Florêncio.

Os exportadores alegam que não terão mais condições de comercializar espécies como o acari e as arraias, com grande valor no mercado externo por serem selvagens. Eles reclamam ainda que não foram consultados pela Norte Energia e por isso recorreram à Justiça.

Uma liminar da 9ª vara determinou que o Consórcio Norte Energia S.A. suspenda os trabalhos de explosão, implantação de barragem e escavação de canais no rio Xingu, mas as atividades no canteiro de obras de Belo Monte e a construção das residências para os trabalhadores continuam, pois não interferem diretamente na navegação do rio Xingu e na atividade pesqueira. A Empresa Norte Energia disse que só vai se manifestar sobre o caso quando for notificada pela Justiça.
 
Fonte: Agência Brasil
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog