Pesquisar este blog

sábado, 3 de setembro de 2011


Pessoas acendem velas do lado de fora da televisão nacional, em Santiago, depois de a estação dizer que cinco de seus funcionário estavam entre os passageiros em um avião que se presume ter caído perto do arquipélago Juan Fernández, cerca de 670 quilômetros a oeste da capital chilena, em pleno Oceano Pacífico.
21 pessoas estavam a bordo do avião CASA 2012, que desapareceu na sexta-feira. 02/09/2011. REUTERS/Carlos VeraANTIAGO (Reuters) - Equipes de resgate e pescadores encontraram neste sábado quatro corpos e parte da fuselagem de um avião que levava 21 pessoas e desapareceu perto de uma ilha no Chile, num dos piores acidentes aéreos do país nos últimos anos.

Equipes de resgate aéreo e lanchas realizaram durante a madrugada uma operação de busca do avião CASA 212, que desapareceu no final da tarde de sexta-feira nas imediações do arquipélago Juan Fernández, cerca de 670 quilômetros a oeste da capital chilena, em pleno Oceano Pacífico.

Autoridades consideram pouco provável encontrar sobreviventes. "Aparentemente foi um acidente violento que não deixou nenhum sobrevivente", disse Maximiliano Larraechea, secretário-geral da Força Aérea Chilena. "Mas ainda não estamos perdendo a esperança e vamos continuar as buscas do mesmo jeito."

Pescadores e equipes de resgate que vasculham as águas ao redor das ilhas no Pacífico encontraram quatro corpos, dois homens e duas mulheres, disse ele.

As autoridades já tinham confirmado anteriormente que encontraram uma porta e parte da bagagem do avião, que tinha tentado aterrissar duas vezes antes de perder contato às 17h48 no horário local (mesma hora em Brasília) da sexta-feira.

Larraechea, admitiu que, antes da emissão de uma busca por satélite havia esperanças de um pouso de emergência, mas que agora "temos a convicção de que o avião caiu".

Na aeronave estavam 15 passageiros e seis tripulantes.

O acidente comoveu o Chile, já que no voo estava um famoso apresentador de televisão e um empresário que liderou campanhas de reconstrução do país após o terremoto e tsunami de 2010.

O canal estatal TVN informou que, no voo, estava uma equipe de jornalistas com cinco pessoas, liderada por Felipe Camiroaga, apresentador de televisão e do Festival de Viña Del Mar em 2009-2010.  Continuação...

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog