Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de março de 2012

3.000 pessoas participam das manifestações.

Foto// Felype Adms.
 Nesta Sexta-feira (30) novos protestos acontecem na Orla de Altamira (Sudoeste do Pará)., mais de 3.000 pessoas reivindicam melhores condições de trabalho nos canteiros de Obras de Belo Monte (Usina Hidroelétrica que está sendo erguida na Volta Grande do Xingu), é o segundo dia de protestos na cidade, o clima ficou tenso entre os operários depois que o funcionário de uma terceirizada que oferece serviços para o Consócio Construtor Belo Monte (CCBM) morreu durante a supressão vegetal em um dos canteiros.


"Muita gente tem medo do que nos estamos fazendo, mas isso aqui é nosso direito, tudo o que a gente quer é que nossos direitos sejam respeitados, daqui a pouco começa a morrer mais pessoas e ninguém toma providências tende, então enquanto não resolverem nossos pedidos, vamo continuar protestando". Disse Max Junior, um dos poucos manifestantes que aceitam falar à imprensa.

Nos canteiros de Obras as atividades estão praticamente paralisadas, uma pauta de reivindicações já foi organizada pelas lideranças dos funcionários que não se identificam e o CCBM (Consórcio Construtor Belo Monte) pode se reunir hoje com representantes do Sindicato dos Operário que até o momento não se manifestou.

Ontem houve bate-boca entre policiais e manifestantes, ônibus chegaram a serem atravessados na Rodovia Ernesto Acioly, via de acesso para a BR 230 que liga Altamira até os canteiros de Obras. O ato público que os manifestantes estão chamando de "aviso de GREVE" foi noticiado internacionalmente por sites de ongs e conselhos indigenistas como CIMI. Na manhã desta sexta-feira mais uma vez a falta de segurança e condições de comida e ônibus de qualidade é apontado como os motivos das manifestações, na Orla da cidade pelo menos 19 ônibus ficaram impossibilitados de seguir viagem, quem não participou das manifestações teve que voltar para casa. 

Em nota o CCBM - Consórcio Construtor Belo Monte lamentou a morte de um funcionário na última quarta-feira e disse ainda que o óbito nada tem haver com as manifestações, uma vez que os protestos começaram na quarta-feira pela manhã e a fatalidade com FRANCISCO ORLANDO só veio ocorrer na tarde daquele mesmo dia. Sobre os ônibus, também motivo das manifestações a empresa disse que já está reincidindo os contratos e até Abril vai renovar a frota em pelo menos 100 novos e confortáveis ônibus, sobre as outras pautas o CCBM disse que aguarda uma audiência com o Sindicato dos Operários para uma decisão mais firme.

Hoje pela manhã a polícia militar com homens da ROTAM e da Tropa de Choque, voltou ocupar a Orla da Cidade e prédios como o Espaço da Norte Energia, a concentração dos manifestantes desta vez foi em frente a Concha Acústica, houve momentos tensos de gritaria e palavras de ordem, caso as reivindicações não sejam atendidas os funcionários prometem mais paralisações.


Fonte  Felype Adms.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog