Pesquisar este blog

sábado, 24 de março de 2012


Chuva deixa 7 cidades isoladas no Pará
Rodovia Transamazônica BR-230
A chuva que incide sobre o Pará continua provocando estragos e deixando moradores em alerta em diversas cidades do estado.


Segundo boletim da Defesa Civil do Pará, até terça-feira (20), as enchentes e enxurradas deixaram 635 famílias afetadas e 350 desabrigadas, três a menos do que no relatório anterior. A cidade de Santana do Araguaia (PA) está em situação de emergência. Ao todo, sete cidades estão isoladas.

O município de Altamira (PA) ainda tem o pedido de reconhecimento de situação de emergência em análise pelo Ministério da Integração Nacional, que recusou reconhecer a cidade de São João do Araguaia (PA) na mesma situação. Além do prejuízo provocado pelas enchentes, os motoristas que circulam pela BR-320, conhecida como Rodovia Transamazônica, estão enfrentando dificuldades para percorrer o trecho que passa pela cidade de Altamira.

"Um dos principais problemas na região é a locomoção pela rodovia, muitas pessoas usam as estradas naquela região para transportar cargas, por exemplo. O maior problema está com carros de maior porte. Os carros menores, em algumas situações, ainda conseguem trafegar com mais facilidade. É o problema do inverno amazônico", disse o tenente-coronel José Augusto Almeida, coordenador adjunto da Defesa Civil no Pará.

Ainda segundo a Defesa Civil, as cidades de Marabá (PA), Tucuruí (PA), Trairão (PA) e Alenquer (PA) se encontram em estado de alerta. De acordo com o boletim de vazão hidrológica do Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM), há a previsão de redução do nível do Rio Tocantins para os próximos dias, mas os moradores permanecem em regime de prontidão para acompanhar a possível elevação do nível da água.

Em Marabá, 482 famílias foram afetadas. Em Altamira foram 107 famílias afetadas e outras 46 em Trairão. De acordo com a Defesa Civil, o nível do Rio Tocantins, em Tucuruí, atingiu 9,35 metros de profundidade no último levantamento, mantendo-se estável a 65 centímetros de atingir a profundidade de alerta, que fica ao nível de 10 metros.

No trecho de Marabá, o Rio Tocantins atingiu a profundidade de 9,5 metros, meio metro do limite. O nível do Rio Tapajós, em Santarém (PA), chegou a 7,26 metros de profundidade nesta quarta-feira (21) e o teto para situação de alerta é de 7,5 metros.


Fonte: G1

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog