Pesquisar este blog

domingo, 29 de maio de 2011


De quem é a casa?.A justiça vai decidir o caso polêmico
Policia retirando advogada e compradora da casa que tentou ocupar na marra o imóvel
O filho de Francilene participou do assalto e isso impediu que ela recebesse a casa

Uma transação comercial no valor de quarenta e oito mil reais, envolvendo uma casa de madeira com dois Andares na 8ª rua do bairro da Floresta vem causando sucessivos episódios que acabou virando caso de polícia.

Na manhã deste sábado dia 28, acompanhada de sua advogada Clean Soares,  Francilene  Damascena Lima a compradora chegou com o caminhão de mudança pronta para ingressar no que  considera sua nova residência.

Na 19ª seccional o bate boca continuou na presença do delegado Kleber Pascoal
Ocorre que o atual proprietário da casa Angelito Martins aposentado de 65 anos recusou-se a entregar a casa para Francilene,  gerando a partir de então uma confusão generalizada sendo necessária a intervenção das Policias civil e Militar.

No momento da tentativa de invasão o sargento Adelson solicitou da advogada  Clean Soares o mandado judicial, mas a advogada disse que não haveria necessidade do mesmo haja vista que sua cliente comprou e pagou a casa estando de posse de uma certidão de compra e vendas registrada em cartório.
Enquanto a briga rolava na casa, lá fora a mudança esperava uma definição do caso

Por sua vez o advogado do Sr Angelito Martins esclareceu que a casa  não poderia ser repassada para a compradora já que o dinheiro  pago pela mesma havia sido levado num assalto onde um filho de Francilene, menor de idade, estaria envolvido no roubo

Como não houve um consenso e a advogada se recusou a sair da casa, a policia militar impôs a saída da advogada do interior da casa, sendo a mesma conduzida a 19ª seccional onde na presença do delegado Cleber Pascoal após nova discussão o problema foi parcialmente contornado.

Entendendo o caso - No dia 20 de maio deste ano Angelito Martins vendeu sua casa na 8ª rua do Bairro da floresta pelo valor de quarenta e oito  mil cruzeiros, para a compradora Francilene Damascena Lima.

O dinheiro havia sido repassado no dia 21 as 14 horas na Agência da Caixa econômica para José Rodrigues Ferreira,um dos filhos do vendedor. Ocorre que 10 minutos após o mesmo sair da agencia, foi abordado na 4ª rua do bairro da Floresta por dois elementos em uma moto que de arma em punho roubaram os quarenta  e oito mil que haviam sido pagos pela venda da  casa.

Nas investigações o delegado José Bezerra descobriu que o menor conhecido por Batóre(com passagens pela Policia),filho de Francilene tinha passado as informações sobre a venda da casa para seus comparsas.

Com a confissão da participação do menor  no roubo, Angelito (o vendedor) se recusa a entregar a casa conforme estava combinado já que o próprio filho da compradora armou o assalto e apenas um carro usado e dez mil reais até agora foram recuperados pela Policia.

Como o assalto ainda está sendo  apurado, o delegado José Bezerra  aconselha a compradora que  aguarde  uma decisão judicial para que possa agir já que o envolvimento do filho menor de Francilene no assalto comprometeu a legalidade do negócio.

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog