Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de maio de 2011



Hilton segue amanhã para Itaituba.
"Hoje é um dia triste para nós de Itaituba".

A forte chuva que fez ceder a encosta no distrito de Miritituba, em Itaituba, deixou quatro mortos e pelo menos dez feridos na tarde de ontem, 16. O exercito isolou a área onde há centenas de residências. Os feridos graves foram internados no Hospital Municipal de Itaituba e continuam em observação. Ainda na tarde de ontem, as famílias que moram na área começaram a ser remanejadas para uma escola e um ginásio. Preocupado com novos deslizamentos, o deputado Hilton Aguiar utilizou seu espaço na tribuna da ALEPA para clamar apoio de seus pares e do Governo do Estado, através da Defesa Civil, no sentido de conseguir o envio de colchões, roupas, alimentos, combustível para as máquinas que atuam na área e tudo mais que for possível.  O parlamentar agendou uma reunião com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros e Coordenador da Defesa Civil Estadual, Coronel Costa, afim de agilizar o envio de ajuda aos atingidos do desmoronamento. Leia o discurso do deputado Hilton Aguiar:
Pronunciamento 
Terça-feira, 17 de maio de 2011
Acidente de Miritituba- Itaituba

Senhor Presidente, senhoras e senhores Deputados, amigos que nos assistem nas galerias e funcionários da casa.

Hoje é um dia triste para nós de Itaituba. Ontem, dia 16 de maio de 2011 Pela manhã, em virtude do período chuvoso e na conseqüência de uma chuva que durou 12 horas, aconteceu um desmoronamento no distrito de Miritituba, que causou a morte de 4 pessoas, feriu quase uma dezena, alguns em estado grave que foram transferidos para Santarém sendo que uma veio a falecer e desalojou 150 famílias, aproximadamente.

Senhor Presidente, Miritituba como o Senhor bem sabe, um distrito localizado no outro lado do rio Tapajós, que tem dois níveis de ocupação. Um na parte baixa, no nível do rio e outro, bem próximo, no alto, um desnível topográfico acentuado, onde foi construída uma estrada, que acessa a Rodovia Transamazônica exigindo confecção de corte topográfico (talude), que não resistiu ao solapamento provocado pelas chuvas, desmoronou, soterrando algumas casas, ameaçando outras tantas, causando mais que um desastre produzido pela ação do homem.

Neste momento, estou preocupado com a assistência às famílias que choram as perdas de seus entes queridos, de seus parentes feridos e aquelas desabrigadas.

Em um segundo momento, por certo, vamos trabalhar no sentido de averiguar se existem responsáveis pelo acidente e cobrar as ações adequadas.

Assim sendo, peço a todos apoio e aproveito para informar que em seguida irei até a direção da Defesa Civil do Estado, pedir a ajuda possível e imediata para aquelas famílias que hoje por algum motivo, sofrem as conseqüências dessa catástrofe.

Senhor Presidente, senhoras e senhores Deputados, é nesta circunstância que sentimos muito mais a ausência qualificada do Estado, seja ele Brasileiro ou Paraense. Pergunto para finalizar, se tivéssemos um hospital aparelhado e assistido por profissionais adequados, perderíamos a vida daquele que tem que ser transferido para Santarém?

Muito obrigado.

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog