Pesquisar este blog

domingo, 31 de março de 2013

O que era para ser uma reunião de Assembléia Geral como outra qualquer, a reunião desta quarta feira, dia 27 do corrente no SINTEPP foi muito concorrida, até porque a sede do sindicato ficou lotada de funcionários da Semed e principalmente temporários, que foram levados para a reunião com objetivo de manifestar seu apoio ao reajuste de 12% proposto pela prefeita Eliene Nunes.
Na plenária, era visível a presença de gente da SEMED, que ocupam cargo de confiança, assim como também funcionários temporários da garagem, iluminação pública e de outros setores da administração municipal, que foram levados para o SINTEPP.

A defesa do reajuste de 12% foi feita pela professora Ana Paula, Secretaria Municipal de Educação e militante ferrenha do SINTEPP,. Ela deixou claro aos presentes que a atual administração municipal não tem condições de pagar o reajuste de 16%, que vem sendo reivindicado pela categoria. Para reforçar a defesa da administração municipal foi apresentado transparência com valores pouco convincentes, para justificar o reajuste de apenas 12%. Vale ressaltar que Ana Paula, até o final do ano de 2012, defendia a categoria e agora é Secretaria de Educação, defende o Governo.

Depois de muita discussão, os poucos que se manifestaram, sendo a maioria composta por pessoas sem direito a voto, optaram pelo reajuste de 12%. É a primeira vez que se ve os professores engolirem calados a proposta de um prefeito. Será porque ? e para surpresa de alguns, no termino da reunião a prefeita apareceu em frente ao sindicato para agradecer aqueles que aceitaram sua proposta do reajuste de 12%. Este é o atual SINTEPP de Itaituba, como diz Norton Sussuarana, é a extensão da prefeitura.
Foi dito, inclusive, que o salário do mês de Março já estava na conta dos servidores municipais e já com o reajuste de 12%. Se isto for verdade, mas uma vez a prefeita desobedece a lei e como vem sendo DITADORA-TUDO POSSO E TUDO FAÇO, pagou sem autorização do Poder Legislativo, já que até a presente data a Câmara não votou qualquer lei de reajuste salarial. Isto é crime de IMPROIBIDADE ADMINISTRATIVA.

Fonte: Blog do Peninha...


Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog