Pesquisar este blog

sábado, 30 de março de 2013


Um empresário Santareno procurou nossa reportagem para detonar as ações da Policia Rodoviária Federal que atua em santarém, segundo ele ao invés de ficarem abordando pessoas na Zona Urbana da cidade, a PRF deveria mesmo era atuar era fora da área Urbana, onde existem carros atolados e caminhões interditando a passagem.


Ele falou que atualmente a PRF está atuando mais no sentido do Viaduto da Fernando Guilhon para as docas, ele acrescentou que seria interessante eles atuarem fora da área urbana, segundo o empresario na área urbana da cidade existe fiscalização constante de policiais do estado.


Sofrimento de motoristas que precisam trafegar no local

Atualmente as carretas que fazem o trasporte para a cidade estão passando dificuldades em virtude das más condições de trafegabilidade da Rodovia, nesse caso segundo o empresario a PRF deveria estar atuando nos locais de difícil acesso esse seria o trabalho para eles fazerem. essa situação e constrangedora para populares que precisam se locomover de ônibus ou carros particulares pela BR para cidades a beira da Santarém Cuiabá e Transamazônica. " Na realidade eles estão praticamente trancando as estradas para obrigar pessoas que tem maquinas e até o BEC a retirarem os carros e caminhões que ficam atolados no meio da BR.
Carreta tombada no meio da BR

Segundo ele a PRF deveria estar atuando onde ha realmente nescidade deles atuarem, ele ainda acrescentou que na área urbana já tem o batalhão de transito a SMT órgãos que são responsáveis para atuar na área urbana.
O empresário disse que esta semana foi ate uma localidade próximo a cidade de Itaituba e verificou in loco as dificuldades de acesso e o sofrimento de motoristas, em momento algum tinha uma equipe da PRF, que segundo ele só querem ficar plantados dentro da área urbana de Santarém, deixando toda a BR abandonada a maior distancia percorrida pelos Federais seria ate o 8º BEC onde fica localizada suas dependências.
Ele nos falou que os trechos mais críticos da BR no percurso Santarém Rurópolis fica no KM 125, entre najá e num local chamado Pedro Rurópolis. Segundo ele disse ter presenciado caminhões tombados na estrada.
Carretas atravessadas no meio de ladeiras

Para finalizar o empresário pediu para que a policia Rodoviária atuasse nos locais críticos ate para dar apoio e suporte aquém realmente precisa.
Vale relembrar que o asfaltamento das BR (s) 163, Santarém Cuiabá e 230 Transamazônica e um sonho secular de moradores que residem no local, mais que o Governo usa a dezenas de anos o suposto asfaltamento como trampolim politico para enganar o povo. Fotos (empresário)
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog