Pesquisar este blog

segunda-feira, 4 de março de 2013

Veículos no Pará. Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará
Somente em Belém, em 2020, haverá um total de 343.567 automóveis. Média será de 25 veículos para cada 100 habitantes.
Portal, com informações da Agência Pará

BELÉM – A frota de automóveis no Estado do Pará será quase o triplo da atual até 2022. O levantamento é do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA). Atualmente existem no Pará 461.328 automóveis e, em 2022, o número chegará a mais de um milhão.

Somente em Belém, em 2020, haverá um total de 343.567 automóveis, ou seja, uma média de 25 veículos automotores para cada 100 habitantes da cidade. Os dados da pesquisa revelam também que o número de motocicletas ultrapassará o de automóveis e chegará, em 2020, a um total de 3.202.877, em todo o estado.

Para chegar a estes resultados, a pesquisa feita pelo Detran sobre a evolução da frota levou em consideração as seguintes variáveis: veículos novos (primeiro emplacamento), veículos de outras unidades federativas que mudaram sua jurisdição para o Pará e veículos do Pará que mudaram jurisdição para outro estado.

Leia também:

Poder de compra

Segundo o estudo, o crescimento de veículos (motos e automóveis) em Belém é de 44 mil novos veículos por ano e 3.670 mil ao mês.

O coordenador de planejamento do Detran, Carlos Valente, atribui esse crescimento a três principais indicadores: à vontade de ter veículo próprio, ao interesse do governo federal no comércio de automóveis e à facilidade de adquirir um veículo devido às condições de financiamento, principalmente em relação à motocicleta.

“Hoje em dia, o cidadão que depende de quatro ônibus para se deslocar para o trabalho, percebe que consegue gastar, ao final do mês, o mesmo valor em um financiamento de uma moto”, explicou.

Mototaxistas

A pesquisa comprovou ainda que, desde 2009, quando foi sancionada a lei que regulamenta a profissão de mototaxista, o número de motocicletas aumentou consideravelmente. Em 2010, eram 77.386 motos e, em 2013, o número saltou para 102.410 motos. Esta evolução se repete no interior do Pará. No município de Marabá, por exemplo, a frota de motos era de 33.222 no ano de 2010. Hoje, três anos depois, o número quase triplicou e a frota passou para 167.331.

Número de motocicletas ultrapassará o de automóveis. Foto: Sidney Oliveira/ Agência Pará

Soluções

Valente enfatizou que os projetos como Ação Metrópole e o BRT (Bus Rapid Transit ou sistema de trânsito rápido de ônibus), irão contribuir para desafogar o trânsito. “Porém, outras medidas precisam ser implantadas, como a construção de vias exclusivas para motociclistas, além de espaços adequados para ciclistas”, completou o coordenador.

O Detran/Pa já realiza programas de educação e capacitação para motociclistas e motoristas em Belém e no interior, mas pretende dar um foco ainda maior para motociclistas, principalmente no interior do estado. Outra solução adotada pelo Detran para acompanhar o crescimento da frota é o aumento do número de agentes de trânsito. Em breve, o órgão realizará um concurso público para preenchimento de diversas vagas na capital e no interior.

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog