Pesquisar este blog

sábado, 2 de junho de 2012


Militares do Exército Brasileiro em atividade em Itaituba (PA) anunciaram, hoje, que realizarão operação em Alta Floresta cujo objetivo é auxiliar no serviço de topografia para a demarcação de terras indígenas na região. A determinação partiu do Ministério da Justiça, após reivindicação de indígenas e também pela construção de cinco usinas hidrelétricas.

Durante reunião com a prefeita Maria Izaura, o comandante da operação, major Marcos, apontou que pelo menos 160 militares estarão envolvidos nos trabalhos, onde serão usados mais de 10 viaturas, incluindo, helicóptero e a base militar será montada numa região estratégica próximo da Pousadas Thaimaçú. Conforme o major, existe a possibilidade da presidente da república, Dilma Rousseff acompanhar os trabalhos entre os dias 22 de junho a 7 de julho.

A assessoria informa que as viaturas chegam a Alta Floresta no dia 16. Os militares pousarão no Tiro de Guerra e seguirão para a região onde será montada a base militar, no dia 17. Aeronáutica e Marinha auxiliarão no início dos trabalhos. A área que será demarcada com o auxílio do Exército Brasileiro equivale a metade do território do Estado de Sergipe.

Conforme a prefeita, as usinas que entrarão em funcionamento são importantes para o desenvolvimento da região, no entanto, ela defende a exploração (pelos municípios da região) da jazida de calcário existente naquela área, que poderá ficar dentro do espaço demarcado como sendo de propriedade indígena, sem condições de atender a demanda das cidades, que hoje, se obrigam a buscar calcário em Nobres, pagando um alto preço pelo frete. "Nós, enquanto poder público, somos a favor que a jazida fique fora das terras indígenas, porque os índios não vão explorá-la", disse.



Fonte: MT Agora - Só Notícias
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog