Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Nesta terça-feira (22), a Polícia vai começar a ouvir testemunhas sobre a chacina que vitimou seis adolescentes, no bairro da Ponta Grossa, no distrito de Icoaraci na noite do último sábado (19). Segundo informações da polícia, ainda não há indícios do que teria motivado o crime.

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) criou, nesta segunda-feira (21), uma comissão com representantes da Fundação de Atendimento Sócio-educativo do Pará, Polícia Civil, Defensoria Pública e MOPROM (Movimento de Promoção da Mulher) para acompanhar as investigações sobre o paradeiro dos responsáveis do extermínio

O Ministério Público do Estado (MPE) designou uma comissão para investigar o caso, junto com a Polícia.

O Caso - Seis adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, foram executados na Rua Padre Júlio Maria entre as ruas Andradas e Soledade, no bairro da Ponta Grossa, em Icoaraci, distrito de Belém. O crime aconteceu por volta das 22h30 de sábado (19).

Segundo informações da Polícia Civil, quatro homens armados chegaram em motos, desceram, mandaram todos se ajoelharem de frente para um muro e atiraram em um por um. Cinco deles morreram na hora e um a caminho do hospital.

De acordo com a Polícia Civil, alguns dos menores já tinham passagem pela polícia por pequenos furtos.

Velório - Os corpos de três dos seis adolescentes executados foram velados no domingo (20), na casa de familiares, também no distrito. O velório reuniu amigos e familiares. As famílias dos outros três menores não divulgaram os locais dos velórios.

A tia de três deles, que não quis ser identificada, disse que a família está proibida de comentar sobre o caso, mas que todos estão muito abalados com o crime.

Fonte: www.orm.com.br/





Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog