Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de outubro de 2011


Com o fechamento dos dois frigoríficos (FRIVATA E FRIARA) de Itaituba, a consequência foi a diminuição da oferta de carne bovina na cidade que acabou refletindo diretamente nas finanças dos itaitubenses. Atualmente, a carne comercializada na cidade está sendo importada de Santarém, cidade localizada há cerca de 350 quilômetros de Itaituba e os custos, como o de transporte, por exemplo, são embutidos no preço final do produto.
O preço do quilo da carne, a partir de então, sofreu um aumento que varia de 15 a 20%. O coração, que tinha o preço do quilo fixado em R$6,00 passou a custar de oito a nove reais. Muitos restaurantes da cidade de Itaituba sentem o reflexo da baixa oferta de carne, pois encontram dificuldades para atender a demanda e colocá-la como opção nos cardápios. Muitos açougues itaitubenses estão sem estoque e com as atividades comprometidas. Um dos supermercados iniciou a importação de carne de Santarém no sentido de disponibilizar o produto para a população.
O assunto sobre o fechamento dos dois frigorífico foi bastante discutido durante esta semana na Câmara Municipal de Itaituba durante os seus trabalhos. O vereador do PMDB, Luís Fernando Sadeck (Peninha), apresentou requerimento solicitando a implantação de um frigorífico municipal em Itaituba. Atualmente, devido a baixa disponibilidade de carne no mercado itaitubense, o preço do quilo saltou de R$10,00 para R$20,00 em alguns açougues. Através de uma decisão tomada pela prefeitura, uma área poderá ser desapropriada para que seja montada uma estrutura onde será estabelecido o frigorífico municipal. A disputa jurídica entre os dois frigoríficos fez com que tanto o preço da carne como a questão da oferta do produto se tornassem desestabilizados em Itaituba.
Os diversos produtores rurais estão impossibilitados de comercializar a carne por razões burocráticas, entre outros fatores. O prefeito de Itaituba, Valmir Climaco de Aguiar, disse que a merenda escolar está desabastecida de carne bovina. O prefeito completou dizendo que se no prazo de quinze dias a situação dos frigoríficos não for solucionada, uma área a ser definida será desapropriada para a construção do frigorífico municipal onde serão abatidos cerca de 100 bovinos para serem comercializados no município de Itaituba.

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog