Pesquisar este blog

domingo, 28 de outubro de 2012


Esta semana completou 06 anos da implantação pelo governo do 7º Grupamento de Bombeiro Militar em Itaituba.


Depois de grandes tragédias no município de Itaituba o governo do estado resolveu implantar o 7º Grupamento de Bombeiro Militar no município minimizando grandes problemas da cidade, aonde incêndios eram apagados no balde e acidentados eram transportados em carrocerias de camionetes entre outros.



Mesmo com poucos homens e poucas estruturas os militares conseguira resolver grandes problemas na cidade, a população se sentiu mais segura, os militares são chamados diariamente para atender diversas ocorrências. Com a implantação do SAMU os militares ganharam um grande reforço.
Por vários anos o Grupamento ficou um local inadequado para abrigar os militares, mas mesmo assim os militares nunca deixaram de atender uma ocorrência. Depois de luta das autoridades do município junto ao governo do estado, foi dado inicio a construção novo quartel, mesmo se ser inaugurado oficialmente os militares já se acomodaram no novo quartel.
Hoje o 7º Grupamento de Bombeiro Militar é uma das intuições mais respeitadas no município de Itaituba, é comandado pelo Major Ney Tito Azedo que tem como subcomandante o tenente Fabio Costa. Para comemora os 06 anos de implantação foi realizada uma formatura nas dependências do quartel.


HISTÓRICO DO 7º GBM
HISTÓRICO
Com o crescimento da cidade do Rio de janeiro e com o aumento de casos de incêndios, DOM PEDRO II (Patrono do Corpo de Bombeiros) organizou e criou através do Decreto Imperial nº1775 de 02 de Julho de 1856 o primeiro Corpo de Bombeiros do Brasil: o “CORPO DE BOMBEIROS PROVISÓRIO DA CORTE”.

No Pará a história do Corpo de Bombeiros começou no dia 24 de Novembro de 1822 quando o Governador Justino Ferreira Carneiro assinou o Decreto nº. 1074 que regulamentava o Corpo de Bombeiros Militar do Pará, com um contingente de 29 homens, vinculado à Polícia Militar.

Hoje com 129 anos, o CBMPA está cada vez mais presente na vida dos paraenses através de mais de 30 unidades espalhadas por todo o Estado. Por quase 19 anos o Corpo de Bombeiros esteve vinculado à Polícia Militar, porém, com a Promulgação da Constituição Estadual de 05 de Outubro de 1989 foi determinada a desincorporação, recebendo assim o nome de Corpo de Bombeiros Militar do Pará ganhando autonomia e novo regime jurídico, ficando subordinado diretamente ao Governador do Estado.

Atualmente, com o crescimento do número de municípios em todo o Estado, os Governos que se seguiram perceberam a necessidade de novas Unidades do Corpo de Bombeiros em novos municípios. Nesta cênica, verificou-se o Município de Itaituba, o qual registrava grandes tragédias: como o incêndio da Av. 13 de Maio, onde o fogo consumiu um quarteirão inteiro de estabelecimentos do local; gravíssimos acidentes de trânsito no ano de 2006 e um incêndio que lavrou duas residências por completo no Bairro Bela Vista.

Sem muita demora, foi apresentado por representantes do Estado e do Comando Geral o modelo de convênio entre estas duas instituições e o Município. Tudo correu como o esperado: as aprovações aconteceram, as autorizações foram devidamente assinadas e o edital para o concurso Estadual para admissão de 30 Soldados Bombeiros Militar foi aberto.

A primeira turma de Alunos-Soldados Bombeiro Militar de Itaituba recebeu instruções no 4º Grupamento Bombeiro Militar em Santarém e juntamente com a turma de Alunos-Soldados Bombeiro Militar daquela cidade se formaram no dia 24 de Novembro de 2006. No ano de 2006, foi realizado um novo concurso, para admissão de novos soldados, com 24 vagas Masculinas e 06 vagas destinadas a soldados Femininos, que cursaram o CFSD BM na cidade de Santarém, no 4º Grupamento Bombeiro Militar.

1ª Turma de Soldados: Em 25 de outubro de 2006, a sociedade de Itaituba recebe com festa os trinta Soldados recém formados, juntamente com os 10 militares graduados, destacados para compor o efetivo que realizaria os primeiros atendimentos Bombeiro Militar no município. No dia seguinte, é inaugurado o 7º Grupamento Bombeiro Militar – Itaituba, em instalação provisória cedida pela Prefeitura.

2ª Turma de Soldados: Os classificados no concurso de 2006 iniciaram o Curso de Formação de Soldado Bombeiro Militar (CFSD BM), no 4º GBM – Santarém, em 27 de junho de 2007 e tiveram sua formatura na Cidade de Itaituba, já incorporados ao 7º GBM, no dia 9 maio de 2008, na qual estiveram presente várias autoridades Militares e Civis, destacando-se a participação do Comandante Geral Paulo Gerson Novaes de Almeida.

Atualmente o município de Itaituba possui o seguinte efetivo na sua Unidade Bombeiro Militar:
55 homens, sendo:
01 Major
01 Tenente
08 Sargentos
45 Soldados

Equipamentos:
Viaturas de Auto Resgate (AR-32 e AR-62);
Viatura de Vistoria Técnica (SAT-06);
Viatura de Auto Bomba, Salvamento e Resgate (ABSR-03);
Viatura de Auto Tanque (AT-02);
Viatura de Auto Bomba Tanque (ABT-20)
Moto de Vistoria Técnica (MOTO-47);
Lancha de Resgate e Salvamento Aquático (LEME)
Motores e Equipamentos para Resgate.

Serviços:
1. Planejamento, coordenação e execução de atividade de Defesa Civil;
2. Serviços de proteção e extinção de incêndios;
3. Serviços de busca e salvamentos de pessoas e bens;
4. Socorro de emergência;
5. Perícia de incêndios e explosões;
6. Serviços de Guarda-Vidas em praias e balneários;
7. Proteção e prevenção de acidentes e incêndios marítimos e fluviais;
8. Proteção e prevenção contra incêndios florestais;
9. Atividades e pesquisas técnico-científicas, com vistas à obtenção de produtos e processos que permitam o desenvolvimento de sistemas de segurança contra incêndio e pânico;
10. Atividade de segurança contra incêndio e pânico com vistas à proteção de pessoas, dos bens públicos e privados, incluindo a proteção de locais, o transporte, o manuseio e a operação de produtos perigosos;
11. Atividade de proteção contra incêndios, com vistas à proteção ambiental;
12. Socorros no caso de sinistro, calamidades públicas, catástrofes e sempre que haja ameaça de destruição de bens, vítimas ou pessoas em iminente perigo de vida.

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog