Pesquisar este blog

domingo, 29 de janeiro de 2012


PA Areia
Areia, projeto de assentamento do Incra localizado entre os municípios de Itaituba e Trairão, é palco de uma das maiores operações criminosas de roubo de madeira na Amazônia.
Num único dia, segundo testemunhas, cerca de 3.500 metros cúbicos de madeira – o equivalente a 140 caminhões carregados de toras -, principalmente ipê, é transportada para o mercado internacional.
- Pelo menos 15 assassinatos foram cometidos na região nos últimos dois anos por conflitos pela posse da terra e controle da madeira – denuncia a jornalista e escritora Eliane Brum, relacionando o assassinato João Chupel Primo, em outubro do ano passado em Itaituba, como o caso mais recente.
Ela detalha esse esquema na reveladora reportagem A Amazônia, segundo um morto e um fugitivo, levada ao ar ontem à tarde (28) na revista Época Online.

Fonte: Blog do Jeso
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog