Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

A Seguradora Líder DPVAT em 2013 registrou um aumento significativo do número de pontos de atendimento para solicitação do seguro, chegando a 7.757 contra 4.783 em 2012, um aumento de 62%.

Uma parceria com os Correios permitiu que agências servissem como pontos de atendimento possibilitando uma presença em 100% dos municípios do território nacional.

Agora, além de dar cobertura a todos os brasileiros, a solicitação do DPVAT está mais acessível para todos.

Atingir todos os municípios brasileiros é uma conquista da sociedade, do DPVAT e seus parceiros, da SUSEP, órgão que fiscaliza o sistema, dos Correios, pelo apoio da sua rede e dos veículos de comunicação, que divulgam ao como ter acesso ao DPVAT, no caso de acidente.

Em 2013 foram pagas 633.845 indenizações pelo Seguro DPVAT, que totalizaram R$ 3,2 bilhões, representando um aumento de 25% em relação a 2012.

Além de proteger todos os brasileiros, o DPVAT fornece uma radiografia dos acidentes no país, muito útil para orientar as políticas públicas.

Um exemplo é o crescimento de 26% nas indenizações por invalidez permanente distribuídas em 2013, que totalizaram 444.206 pagamentos. Esta foi a cobertura com maior incidência de pedidos, registrando 70%. A maioria para acidentes com motociclistas.

Acidente com motocicletas foram responsáveis por 71% das indenizações pagas em 2013, embora as motos representem apenas 27% da frota nacional. Em seguida, os automóveis, que somam 60% da frota, foram os veículos responsáveis por 24% dos acidentes indenizados.

A boa notícia foi a redução de 10% no número de indenizações pagas por morte no Brasil. A Seguradora Líder DPVAT realizou pagamentos em 2013 de 54.767 benefícios por acidentes fatais, ante 60.752 em 2012.

Quando analisado o perfil das vítimas, 60% dos benefícios foram pagos para os condutores (53% para motociclistas e 7% para motoristas dos demais veículos), seguido pelos pedestres (22%) e por passageiros dos veículos (18%).

Dos recursos arrecadados pelo DPVAT, 45% são destinados ao SUS (Sistema Único de Saúde) para ajuda no custeio do tratamento de vítimas de trânsito. Em 2013 este valor superou R$ 3,6 bilhões, enquanto, em 2012, foram direcionados R$ 3,2 bi ao SUS.

Outros 5% são destinados ao Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) para realização de campanhas educativas e ações preventivas no trânsito brasileiro. Em 2013, foram entregues mais de R$ 400 milhões ao órgão.



A solicitação do DPVAT é gratuita e a própria vítima ou beneficiário pode ir a um ponto de atendimento em posse da documentação completa para dar entrada no benefício. Com a documentação correta, a indenização é paga em até 30 dias. Mais informações pelo 0800 022 12 04 ou no site dpvatsegurodotransito.com.br.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog