Pesquisar este blog

sexta-feira, 4 de maio de 2012


Reunidos em Assembleia Geral extraordinária na manhã desta quarta-feira, 02 de maio, os servidores do Detran- Pará decidiram paralisar suas atividades no próximo dia 07 de maio. A paralisação terá o caráter de advertência e acontece em função do não encaminhamento à Alepa do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) da categoria. Além da paralisação,os servidores aprovaram indicativo de greve para o dia 11 de maio e, nesse caso,por tempo interminado.

Segundo o Sindicato dos Servidores do Detran-Pa (Sindetran)o acordo com o governo, representado na ocasião pela Secretária de administração Alice Viana, foi firmado dia 24 de Janeiro de 2011, para elaboração e aprovação do PCCR. “Hoje temos mais 25 dias uteis do PCCR retido dentro da Sead e sem qualquer explicação por parte do governo sobre os motivos de tanta demora”, argumenta a vice-presidente do Sindetran, Arieth Costa.


A direção do sindicato já enviou oficio ao Diretor Geral comunicando a decisão da Assembleia junto com outras reivindicações, dentre elas o cumprimento imediato da portaria 407/2011 que trata da destinação do arrecadado com as infrações de trânsito. 

Agentes


Por conta da falta de condições de trabalho e principalmente do fardamento adequado, a Assembleia decidiu também que os agentes de fiscalização de trânsito poderão trabalhar à paisana até que novos uniformes sejam providenciados pelo Detran. Os agentes também farão apenas expediente interno, pois eles se sentem inseguros para ir à via sem o fardamento.

O presidente da Associação dos Agentes de Fiscalização de Trânsito do Detran-Pa, Ivanildo Moraes, vê como muito positiva a decisão da assembleia e o primeiro passo para que os agentes possam conquistar as reivindicações que há tempos são feitas para a direção da autarquia. “A direção tem que nos reconhecer como representantes da autoridade estadual de trânsito na via e que estamos inseridos dentro do sistema de segurança pública. Nosso papel é de extrema importância e nos sabemos disso, cabe ao DETRAN e ao governo reconhecer e valorizar os agentes”.

A Portaria de número 407 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) elenca todos os 60 itens necessários para o desenvolvimento da atividade de agente de trânsito. Dentro desse contexto os agentes do Pará reivindicam mais viaturas, motos, palmtops, impressoras, central de rádio,central de fiscalização e a aprovação do projeto de lei que regulamenta o cargo e suas atribuições, direitos e deveres dos agentes de fiscalização de trânsito.

Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog