Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de abril de 2011



IMAGEM: estadodotapajos.com
A revolta ao saber que a idosa de 65 anos foi vítima de um dos piores crimes contra o ser humano - o estupro - levou familiares a tentarem fazer justiça com as próprias mãos. Eles partiram para cima dos acusados, quando esses já estavam detidos na delegacia de Outeiro. Foi nas mãos de João César Santos Oliveira, de 24 anos, Derivaldo Araújo Monteiro, de 19, e de mais dois adolescentes, sendo um de apenas 14 anos, que a senhora passou, possivelmente, os piores momentos de sua vida. Partindo desse sentimento, os familiares espancaram os acusados, que foram “salvos” pelos policiais civis e militares que interviram na situação.


As imagens foram captadas pela TV RBA, com exclusividade, e reproduzidas pelo DIÁRIO. Se os quatro acusados estivessem fora da delegacia do Outeiro, poderiam ter sido trucidados, em virtude da ira provocada pelo ato repulsivo.
A idosa foi violentada no sábado, segundo a polícia, durante o assalto realizado pelo grupo. Eles imobilizaram o esposo da vítima, um senhor de 68 anos, que assistiu a tudo. Eles tiraram de casa, localizada na ilha de Outeiro, um ventilador, uma câmera fotográfica, um cordão, três aparelhos celulares e outros pertences de menor valor.
O crime revoltou não só os parentes do casal de idosos como a todos os cidadãos de bem de Outeiro. Para alguns moradores, a culpa de tanta violência é da proliferação de invasões no entorno da ilha. O ar bucólico e pacato de Outeiro, de acordo com os moradores, cada vez mais assustados, ficou no passado. (Diário do Pará)
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog