Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Na manhã de 05 de janeiro de 2011, por volta das 10:30, dirigir me ao prédio da COMTRI, em busca de resultados de  alguns documentos que tinha protocolado anteriormente,  entre os quais tinha o processo da NZ 0118 que tinha sido protocolado a mais de um mês atrás e que o próprio Edilson tinha me dito que estava incompleto e que não dava para atender, como estava incompleto eu pedir pra levar de volta, a secretaria dele pegou o documento pra me entregar quando o Edilson tomou da mão dela e disse que eu não poderia levar o documento e que eu precisaria de uma procuração, questionei pois sou representante da cooperativa o que me faz representante dele como cooperado, e como tinha sido eu que tinha protocolado e na hora de protocolar ele não pediu procuração e ele irritado disse que eu era pior que puta ruim, eu pedi pra que ele não repetisse e daí começamos uma discussão... quando ele pegou um furador de papel e arremessou contra mi, ferindo me no braço esquerdo, então perdi a razão e revidei, trocamos socos e pontapés até que nos separaram, depois fui embora e pra minha surpresa vi na TV o escândalo que ele fez, mostrando mesa quebra e outro moveis La... e atribuiu tudo a me, sendo que eu não peguei nenhum movem, brigamos nos socos mas como ele é maquiavélico armou tudo aquilo pra me ferrar, já que os fatos conspiram contra mi por ter sido no local de trabalho dele, agora fica uma pergunta “ você agüentaria ser humilhado e agredido dentro de um órgão publico sem revidar?” ...  eu não agüentei e foi o meu erro.
        

Uma pessoa que viu o fato escreveu isso e me mandou

O “CHEFE”, EDILSON RODRIGUES AGREDIU  O PRESIDENTE DA COOTAXI  DENTRO DA COORDENADORIA  E SE FEZ DE VÍTIMA. 
                                   Não satisfeito com as maldades que tem praticado ao longo da sua vida e olha que não são poucas, o Chefe da Divisão da Circunscrição de Transito Edilson Rodrigues, que hoje se acha no direito de se intitular servidor público municipal, esquecendo que não fez nenhum concurso público para tanto, apenas assumiu um cargo de confiança que é PASSAGEIRO. O mesmo, na administração anterior, por diversas vezes, agrediu  servidores da COMTRI quando não tinha seus interesses atendidos. Memória curta  tem esse sujeito ... Se hoje não responde nenhum processo é porque algumas dessas pessoas eram mulheres, mães de família que não queriam se expor e se igualar a essa criatura invejosa e avarenta  que tem o dom espalhar a discórdia e difamar cidadãos de bem, principalmente nos meios de comunicação. Hoje, 05/01, a vitima foi Zedequias Presidente da COOTAXI, cidadão tranqüilo e de bom caráter que há muito tempo vêm suportando as perseguições desse sujeito.
                                 Zedequias, dirigiu-se a Divisão da Circunscrição para receber o documento de um veículo da COOTAXI, o dito “chefe” Edilson, que se orgulha do título que possui pediu-o que apresentasse a procuração, porém,  quando presidente da Cooperativa informou que deu entrada no requerimento e não lhe foi solicitada nenhuma procuração, o “chefe”, com o poder acima da cabeça,  passou a  agredi-lo com palavras de baixo calão do tipo: Tu é pior que puta! Vagabundo! Estelionatário e outras, as quais nos privamos de publicar em respeito aos leitores.  O clima ficou tenso e houve troca de murros. “Vale lembrar que o bom julgador por si julga os outros”. Após o ocorrido, Zedequias se retirou do órgão. Segundo informações de fonte segura, Edilson  trancou-se na sala da divisão por mais de meia hora e o  resultado todos viram na TV, objetos do patrimônio publico destruídos e a culpabilidade atribuída ao  Zedequias.  Enquanto isso, uma funcionária que trabalha nesse setor foi conduzida ao HMI, passando mal, pois se encontra nos primeiros meses de gravidez. O diretor da COMTRI  Benecleide, registrou BO na 19ª Seccional  e foi feita denuncia ao MP como  o próprio falou a imprensa. Até parece que esses “chefes da COMTRI” têm o mínimo de respeito pelos usuários e funcionários do órgão.
                                Seria muito importante o Ministério Público aproveitar essa oportunidade para adentrar no órgão e fazer uma auditoria na Divisão da Circunscrição, a fim de verificar se estão sendo cumpridos os critérios e exigências determinados pelos Decretos Leis que Regulamentam o Serviço de Taxi e Moto taxi no Município, assim como, extrair  um relatório de multas a partir do dia 30 de junho/2010,  data esta em que Benecleide assumiu a direção do Órgão. E a composição da JARI que fere o Regulamento Interno, que tal  averiguar os processos julgados pela atual  junta.                                              
                              Não se iluda com a capa desse livro procure conhecer o conteúdo. Brevemente teremos novas informações, aguarde.


Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação !

Aquivo deste blog