Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Um acidente trágico que tirou a vida de um empresário de Moraes Almeida identificado por Rogério da Silva Hirata, de 40 anos, aconteceu na tarde desta terça feira, 29, na rodovia transamazônica BR-230, entre os distritos de Miritituba e Campo Verde.

Rogério estava em sua camionete modelo (Hilux-Toyota). Ele saiu de Santarém com destino a Itaituba para resolver alguns problemas particulares, mas mal ele saberia que sua viagem não seria completada. O acidente causou comoção em Itaituba e na região de Moraes Almeida, onde o empresário era bastante conhecido.



Fotos: Caçula Lucena com informações de Junior Ribeiro

Moradores da 38ª e 39ª do Bairro Santo Antônio com a 3ª travessa estão revoltados com a Prefeita Eliene Nunes que teria abandonado o Bairro. Já cansados de esperar por um trabalho da SEMINFRA na rua eles resolveram interditar o local colocando pedaços de madeira e galhada de arvores.

A 3ª travessa do Bairro Santo Antônio é uma via de acesso para os Bairros Vitória Régia e Jacarezinho, uma lagoa se transformou no meio da rua impedindo a passagem de veículos e pedestres, alguns moradores já estão querendo vender suas residências para não aguentar mais tanto sofrimento.

Fonte: Junior Ribeiro


domingo, 27 de abril de 2014

Jacaréacanga/PA- Equipe com dificuldades no resgate dos corpos do bimotor acidentado

Segundo informações repassadas pelo Delegado da Policia Civil de Jacareacanga Lucivelton Ferreira, por volta das 18hs00min deste sábado, 26, o Helicóptero da FAB, retornou ao aeroporto de Jacareacanga sem trazer nenhuma vitima do acidente aéreo.

Por volta das 11hs00min o Helicóptero da FAB se dirigiu ate ao local devido ao mau tempo na região, mas retornou do local trazendo apenas os militares do corpo de bombeiro, exercito e da FAB. Segundo os militares, hoje (sábado) foi efetuado um trabalho de arqueólogo, onde foi cavado e retirado areia e lama de dentro e ao redor do avião, foi visualizado 03 corpos, porem nenhum foi retirado, um dos motores da aeronave, um pedaço da asa e o trem de pouso encontra-se em cima das vitimas, para retirada dos corpos será preciso levar ate ao local um trator (PC) para poder cavar e carregar a estrutura de ferro que encontra-se em cima das vitimas. 

Uma PC já está sendo providenciada para ir até ao local onde se encontra o avião, além dos militares cerca de 20 voluntários trabalharam no local. NENHUM CORPO FOI RETIRADO DE DENTRO DA AERONAVE. 

Fonte: DPC Luvelton Ferreira
Fonte: Junior Ribeiro blog
Gilson é um piloto de 63 anos que há mais de dois dirige com pontuação na carteira de motorista acima do permitido por lei. Mesmo já tendo sido parado em blitze, ele nunca foi questionado ou repreendido. E é por causa de situações como essa que milhares de motoristas optam por dirigir mesmo desrespeitando a lei em vez de pagar as taxas e participar do curso de reciclagem para recuperar a carteira. Para tentar reverter a sensação de impunidade entre os condutores, o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) resolveu investir nas ações contra os infratores.

Conforme a delegada Inês Borges Junqueira, o número de processos administrativos por causa de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou infrações gravíssimas cresceu quase quatro vezes na comparação do primeiro trimestre de 2013 com o mesmo período deste ano. Em 2014, foram 18.759 ações abertas, contra 4.875 no ano anterior – em todo 2013, foram instaurados 21.927 processos. “Nós estamos correndo atrás do prejuízo para que as famílias possam sair de casa com seus carros com tranquilidade e segurança”, reconhece a delegada.

Uma das maneiras de agilizar o julgamento é a realização de mutirões. Dados da Polícia Civil indicam que, entre 2011 e 2013, três já foram realizados. No primeiro ano, foram 700 intimações e 267 carteiras entregues. Na segunda edição, foram mil chamados e 301 CNHs recolhidas. No ano passado, foram 1.500 e 546, respectivamente.

A Polícia Civil não informou o número de motoristas que hoje dirigem na capital e no Estado com pontos acima do permitido, nem quantos foram flagrados em blitze ou envolvidos em acidentes. Mas, segundo a corporação, 98% dos processos abertos têm algum tipo de desfecho em cinco anos, seja de cassação da carteira ou com decisão de recurso favorável ao condutor.

Trâmite


Um dos empecilhos para quem precisa regularizar a carteira é o processo. É preciso passar por um curso de reciclagem de 30 horas, pagar por ele (em média R$ 350 nas autoescolas mais R$ 70 de taxas do Detran) e se submeter a uma prova.


Por outro lado, o motorista só é penalizado caso seja flagrado em blitz – e seus pontos forem checados – ou se envolva em algum acidente (veja quadro ao lado). “O sistema é falho e ineficiente. Já parei em blitz, e nem checaram meus pontos. É uma tremenda babaquice esse Código de Trânsito Brasileiro. Não é uma coisa objetiva, que vai colaborar para o bem da coletividade. Apenas penaliza, muitas vezes, os bons motoristas”, pontua o piloto Gilson.


Assim como ele, um dono de restaurante da capital de 49 anos já ultrapassou os 20 pontos permitidos na CNH e não pretende procurar o Detran para se regularizar. “Há sete meses descobri que estou irregular, com 87 pontos, naquela época. O negócio é que não tenho tempo para essas coisas, e ninguém fiscaliza mesmo. Nunca fui notificado”.


O Detran-MG informou que prioriza casos com pontos próximos de expirar e aqueles condutores com pontuação mais alta.


Campeões


As ações por excesso de pontos puxam os números deste ano para cima. Foram 18.357 no primeiro trimestre de 2014 contra 3.832 de 2013. Os processos por infrações gravíssimas caíram de 1.043 para 402. Ao todo, em 2014, foram 18.759 processos.




O Detran divulgou o ranking das multas de 2014. Excesso de velocidade está no topo, com 112 mil infrações na capital. Em MG, são 202 mil. O celular vem depois, com 22 mil e 49 mil multas, respectivamente.


Infrações gravíssimas


São aquelas que cometidas apenas uma vez já fazem suspender a CNH, como dirigir embriagado, com carteira cassada, fazer racha e passar o carro para inabilitados. Motociclistas sem capacete também se enquadram nessas infrações.


E-mail


O Detran alerta para um trote no e-mail sobre processos abertos pelo órgão. Só na última semana, cerca de 200 condutores procuraram o Detran, que informou que apenas notifica os condutores por correio tradicional.

No nesta quinta - feira (24) o Deputado Estadual Hilton Aguiar (Solidariedade) esteve participando da CPI da Telefonia em Santarém. Hoje (25) parlamentar já em Itaituba onde participa da CPI da Telefonia neste município, que está recebendo reclamações e denuncias de usuários de telefonia de Itaituba e região.



Uma das principais reclamações por parte dos usuários da telefonia móvel no município e região são as contantes interrupções no serviço, que as vezes chegam a durar até dois dias. Outra reclamação são das populações que moram em Distritos afastados da sede do município, que reivindicam a implantação de torres nestas localidade para que possam também receber usufruir também da telefonia móvel.

A previsão é que a CPI conclua os trabalhos ainda no primeiro semestre de 2014. Um relatório final será encaminhado para o Congresso Nacional junto com o relatório de outras 19 CPIs realizadas por Assembleias Legislativas de outros Estados, com o objetivo de reforçar a criação de um novo marco regulatório para a telefonia no país.

quinta-feira, 24 de abril de 2014


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Bragança

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) itinerante da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) que discute os problemas ocasionados na telefonia móvel estará nesta sexta – feira (25) em Itaituba.


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Santarém

Na ocasião, os deputados estaduais estarão recebendo reclamações e denúncias referentes às chamadas telefônicas feitas por celular, como falha em ligações; ausência de sinal em pontos determinados; falha nos acessos à internet em aparelho móvel, entre outros.


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Santarém

A CPI já passou pelos municípios de Marabá, Bragança e Santarém na data de hoje (24). Ao final das audiências será elaborado um relatório com todas as denúncias. 

De acordo com a Anatel, o Brasil possui cerca de 264 milhões de usuários de serviços de telefonia móvel. Somente no Pará são mais de 8 milhões de linhas habilitadas, distribuídas entre cinco operadoras.


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Marabá

A previsão é que a CPI conclua os trabalhos ainda no primeiro semestre de 2014. Um relatório final será encaminhado para o Congresso Nacional com o objetivo de reforçar a criação de um novo marco regulatório para a telefonia no país 



Deputado Hilton Aguiar participa da CPI da Telefonia em Santarém


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Santarém

Deputado Hilton Aguiar está participando em Santarém, de mais uma uma audiência pública da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura os problemas na telefonia móvel no estado.


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Santarém

A CPI está realizando audiências em várias regiões do Estado, os municípios visitados até agora pelos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito foram Marabá, Bragança e agora em Santarém. As audiências são acompanhadas por representantes do Ministério Público Estadual, da Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Publica e Procon.
Deputado Hilton Aguiar nas audiências em Bragança e Marabá

Outro município na região oeste do Estado que também receberá a CPI da Telefonia será Itaituba, a audiência acontecerá amanhã na câmara de vereadores de Itaituba, a partir das 9:00 horas da manhã. 


Deputado Hilton Aguiar na CPI da Telefonia em Santarém

Como são audiências públicas é de fundamental importância a participação de toda a população que sofre com os problemas de telefonia nos municípios, pois dessas audiências será feito um relatório final que será encaminhado para o congresso nacional, com o objetivo de reforçar a criação de um novo marco regulatório para a telefonia no país.


quarta-feira, 23 de abril de 2014



Nesta quarta - feira (23) o Deputado Estadual Hilton Aguiar esteve acompanhado o andamento das obras do Governo do Estado em Itaituba. A primeira obra visitada foi o Hospital Regional do Tapajós, acompanhado do Engenheiro da SEOP, Paulo Henrique, Engenheiro do Consorcio responsável pela obra, Auro e a imprensa que acompanhou de perto essa visita. 



O engenheiro responsável pela obra informou que em 30 dias será iniciada a construção primeira laje, os moldes estarão chegando nos próximos dias vindo de São Paulo, informando ainda que até o final deste ano, os quarto andares do prédio já estarão prontos, iniciando assim a parte de acabamento do tão esperado Hospital Regional do Tapajós.



Outra obra do Estado que recebeu a visita do deputado Hilton Aguiar foi o Terminal Hidroviário de Itaituba, que é uma obra que teve grande empenho do deputado junto ao Governo do Estado. O engenheiro responsável por esta obra informou que, com as consequências da grande cheia que aconteceu no município este ano, a obra haverá um pequeno atraso do cronograma inicial que seria para ser entregue neste mês de abril, mas garantindo que a obra será estregue no mês de junho deste ano para a população.


Hilton Aguiar também esteve revisitando a câmara de vereadores de Itaituba, onde se reuniu com os vereadores presentes na sessão de hoje, entre eles estavam Dirceu Biolchi (Solidariedade), Orismar Gomes (PPS), Isaac Dias (PSB), entre outros. O parlamentar aproveitou a oportunidade para convidar todos os vereadores para a audiência pública da CPI da Telefonia que ocorrerá no próximo dia 25 (sexta –feira) na própria câmara de vereadores.


Aquivo deste blog